sábado, 4 de janeiro de 2014

Coisas para um casal fazer juntos

 

Coisas para
um casal
fazer juntos

Atos 18.1-3, 18, 26

 

Introdução:

Priscila e Áquila, um casal da Bíblia que todas as cinco vezes que são citados seus nomes aparecem associados demonstrando que sempre estavam juntos. Não havia como falar de Priscila sem lembrar-se de Áquila e não tinham como pensar em um sem o outro (Romanos 16.3).

A união no casamento é algo primordial e indispensável. O próprio casamento já é uma união. Então mesmo que o casal tenha dificuldades para passar muito tempo juntos, precisam estar unidos o suficiente para vencer a distância ou o tempo sentindo-se munidos em amor.

Como manter a união no casamento?

Vamos refletir três coisas que Priscila e Áquila fizeram juntos e aprender lições sobre a união no casamento:

1 - SOFRER juntos:

Atos 18.2 “encontrou certo judeu chamado Áqüila, natural do Ponto, recentemente chegado da Itália, com Priscila, sua mulher, em vista de ter Cláudio decretado que todos os judeus se retirassem de Roma. Paulo aproximou-se deles”

A primeira coisa que um casal precisa estar preparado para fazer juntos é sofrer. O sofrimento pode ser desde um pequeno aborrecimento até uma grande perca.

Priscila e Áquila moravam em Roma e o imperador Cláudio expulsou todos os judeus, por isso tiveram que vir para Corinto onde conheceram o apóstolo Paulo. Esta mudança repentina gerou dificuldades para este casal, mas segundo o texto, eles enfrentaram tudo juntos.

Priscila e Áquila estavam acostumados a enfrentar perigos juntos. Certa vez o apóstolo Paulo disse que “Priscila e Áqüila, ...,os quais pela minha vida arriscaram a sua própria cabeça; e isto lhes agradeço”(Romanos 16.3,4). Eles quase perderam a cabeça por amor a obra de Deus. Isso mostra sua disposição de lutar juntos por um mesmo objetivo.

Não podemos decidir que não vamos enfrentar sofrimentos em nossas vidas, mas podemos escolher lutar juntos, um pelo outro, pois “melhor é serem dois do que um” (Eclesiastes 4.9).

Você e seu cônjuge estão dispostos a sofrer juntos?

Todas as dificuldades podem ser vencidas com amor!

2 - TRABALHAR juntos:

Atos 18.3 “posto que eram do mesmo ofício, passou a morar com eles e ali trabalhava, pois a profissão deles era fazer tendas”

Outra marca interessante na vida do casal Priscila e Áquila é que trabalhavam juntos na profissão de fazedor de tendas e provavelmente ensinaram o ofício para o apóstolo Paulo. Este foi um tipo de trabalho que podiam exercer em qualquer lugar que fossem pregar o evangelho além de garantir seu sustento. O apóstolo Paulo lhes chama de “meus cooperadores” (Romanos 16.3) porque lhe ajudaram muito em seu ministério.

Naquele tempo as diferenças entre funções do homem e da mulher eram maiores ainda do que nos dias atuais. Mesmo assim, Priscila e Áquila souberam vencer estas dificuldades para aprender a trabalhar juntos. O que unia os dois era o mesmo objetivo ou missão. Quando a Bíblia fala de submissão, está se referindo a estar sob uma mesma missão.

Muitas famílias bem sucedidas começaram através da união do casal em busca de seus sonhos. Esta união nas tarefas não significa sempre fazer a mesma coisa, pois mesmo fazendo coisas diferentes, é possível seguir um mesmo propósito. Não adiantaria estar junto fazendo a mesma coisa se um competir com o outro. A união deve ser de coração e propósito mais do que de atividades.

Você e seu cônjuge estão trabalhando por um mesmo ideal?

Lutem em conjunto para vencer em família!

3 - SERVIR a Deus juntos:

 Atos 18.18 e 26 “Paulo, havendo permanecido ali ainda muitos dias, por fim, despedindo-se dos irmãos, navegou para a Síria, levando em sua companhia Priscila e Áqüila. ... Priscila e Áqüila, tomaram-no consigo e, com mais exatidão, lhe expuseram o caminho de Deus”

A segunda característica que vemos em Priscila e Áquila é que serviam a Deus juntos. Assim que receberam a Palavra de Deus através do apóstolo Paulo, tornaram-se servos de Jesus Cristo. Sua vida com Deus era tão intensa que chegaram a ter uma igreja em sua casa “Áqüila e Priscila e, bem assim, a igreja que está na casa deles” (I Coríntios 16.19). Sua vida espiritual começava dentro das quatro paredes de seu lar e ia anunciando o evangelho até os confins da terra (Romanos 16.5).

O ministério de Priscila e Áquila era discipular pessoas. Neste texto vemos que Paulo os levou para ser seus discípulos e depois os deixou quando já podiam andar sozinhos. Logo em seguida ao conhecerem Apolo e percebendo que deseja servir a Deus, o casal Priscila e Áquila o levaram para sua casa para um trabalho de discipulado. Através deste acompanhamento que Apolo recebeu, tornou-se um grande pregador do evangelho.

Aqui está a veia que alimenta o casamento para superar todas as dificuldades. Servir a Deus juntos significa cultuar, orar, ler a Palavra, bem como exercer ministérios juntamente ou no mínimo com apoio mútuo para declarar “eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24.15).

Você e seu cônjuge estão servindo a Deus juntos?

Busque a Deus em família fazendo de seu lar um altar!

A união faz o casamento!

CONCLUSÃO:

O nome Priscila vem de Prisca (II Timóteo 4.19) que significa digno ou venerável. Já o nome Áquila tem o sentido de águia[1]. Este casal nos ensinou muito sobre sua unidade tanto no sofrimento, como no trabalho e principalmente servindo ao Senhor.

Todo casamento precisa ser uma verdadeira união entre o homem e a mulher, mais do que apenas viverem juntos. A união se torna mais forte quando estão dispostos a sofrer tudo juntos dividindo suas dores um com o outro. Também no trabalho e lutas buscando sempre um objetivo comum (comum = como um). Mais ainda quando o casal busca a Deus juntos, conseguem vencer tudo com a força que vem do Senhor.

Você e seu cônjuge estão unidos no sofrer, no trabalho e no servir ao Senhor?

A cada situação é uma oportunidade para fortalecer a união no casamento!

 

 

© AUTOR: Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

 

Blog de:

Robernane Ferreira Lima

Robernane Ferreira Lima

Robernane Ferreira Lima

Robernane Ferreira Lima

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Deus pode mudar minha família

 

Deus pode

mudar

minha família

 

Texto: Lucas 19:2-10

Você já se encontrou a fazer perguntas assim:

- Por que não consigo viver em paz na minha própria casa?

- Por que há tantos problemas em meu lar?

- O que faço para ter paz em meu lar?

- Realmente parece que temos que vencer muitas barreiras para conseguir um lar de paz. Às vezes pensamos que isso é impossível, que nossa família está amaldiçoada ou nos acostumamos a viver sofrendo, e não paramos para tentar resolver os problemas.

- Talvez várias tentativas para alcançar a paz foram empreendidas, mas nada mudou. Somente a presença de JESUS pode trazer paz completa para nosso lar.

- Zaqueu tinha muitas restrições e dificuldades, mas não ficou chorando ou lamentando, apenas enfrentou suas debilidades e conseguiu trazer o Senhor da Paz para dentro da sua casa. Conhecemos muitas famílias que cansadas de lutar sozinhas, buscaram a ajuda de Deus e foram transformadas.

- Tudo inicia quando conseguimos entender quais são as orientações de Deus para a família. Zaqueu se encontra no grupo das pessoas que foram transformadas, porque Jesus entrou em sua vida e em sua casa.

O que aprendemos com a história de Zaqueu?

1) Para mudar nossa vida, precisamos fazer grandes esforços.

- Ele não viu impedimentos na sua pequena estatura, mas criou meios para superá-la subindo em uma árvore. Antecipou-se à passagem de Jesus;

2) Deus sempre está vendo os nossos verdadeiros esforços.

- Pode ser que nunca tenha havido paz em sua casa, pois achava que Deus não via seus esforços. Ele sempre vê. Ele corresponderá todas as nossas iniciativas em busca de sua presença;

3) Jesus está preocupado com você e não com seus pecados.

- Quando Ele está perto, naturalmente encontro forças para confessar e deixar o pecado. Ele não te condena, pois morreu para pagar seus débitos com Deus;

4) Os esforços de Zaqueu foram importantes para que houvesse salvação em seu lar.

- Ele buscou meios para ver a Jesus, recebeu o mestre em sua casa, confessou seus pecados, reparou seus erros.

- Não devemos ficar esperando por outras pessoas da nossa família, pois a mudança começa em nós.

Fonte: http://www.batistarestauracao.com.br/?p=157

 

Blog de:

Robernane Ferreira Lima

Robernane Ferreira Lima

Robernane Ferreira Lima

Robernane Ferreira Lima

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

COMUNICADO

 

Voltarei a POSTAR

Esboços em 2014,

se Deus quiser.

Um abraço fraternal.

 

Robernane, Pr.

 

+++++++++++++++++++

+++++++++++++++++

+++++++++++++++

domingo, 4 de agosto de 2013

LIÇÕES PARA O CASAMENTO, O MAIS ÍNTIMO DOS RELACIONAMENTOS!

 

LIÇÕES PARA
O CASAMENTO,
O MAIS ÍNTIMO DOS RELACIONAMENTOS!

 

 

INTRODUÇÃO: Texto Bíblico: Eclesiastes 4:9-12

1. O texto de Eclesiastes 4:9-12 abrange o companheirismo em todos os aspectos do relacionamento humano, porém nada impede de ser aplicado ao relacionamento matrimonial.

2. O texto em destaque tem preciosíssimas lições a serem aplicadas ao nível mais profundo do relacionamento humano: O casamento!

I. O CASAMENTO FOI PROJETADO PARA SER O MAIOR LAÇO DE INTIMIDADE ENTRE UM HOMEM E UMA MULHER EM QUE AMBOS SATISFAZEM UM AO OUTRO – Eclesiastes 4:9

1. No casamento bíblico, devido ao tempo e ao nível de profundidade na intimidade há plena satisfação da alma e do coração.

2. No casamento bíblico é melhor serem dois do que apenas um vivendo a solteirice insatisfeito com a vida. A intimidade é o que alma humana anseia e satisfaz-se no matrimônio.

II. O CASAMENTO É O ÁPICE DE UM RELACIONAMENTO ONDE HOMEM E MULHER ENCONTRAM APOIO MÚTUOS – Eclesiastes 4:10

1. No casamento bíblico a solidão, o abandono e o desprezo não existem nem para o homem e nem para a mulher.

2. No casamento bíblico há apoio mútuo, ajuda mútua, lutas mútuas e vitórias duplicadas.

III. O CASAMENTO É O AUGE DOS RELACIONAMENTOS HUMANOS ONDE HOMEM E MULHER ENCONTRAM RECIPROCIDADE – Eclesiastes 4:11

1. Ter necessidades não significa ser frágil ou carente, a verdade é que ninguém é uma ilha isolada de tudo e de todos, precisamos uns dos outros. Quando você esquenta o outro você também se aquece!

2. As necessidades mais intensas são satisfeitas nos relacionamentos mais intensos, e, estes devem acontecer prioritariamente no casamento, que é o auge dos relacionamentos onde um satisfaz ao outro.

IV. O CASAMENTO É APOGEU DO COMPANHEIRISMO ONDE AMBOS, HOMEM E MULHER, CUIDAM UM DO OUTRO – Eclesiastes 4:12

1. Proteção e cuidado são coisas essenciais, não só na infância, mas também na vida adulta. Há momentos críticos em que a esposa deve cuidar do marido e o marido da esposa.

2. Proteção e cuidado na doença, na pobreza, na adversidade, diante dos ataques da vida, das injustiças, da morte de alguém próximo; o casamento é essencial para a felicidade, o prazer e a alegria da vida!

CONCLUSÃO:

1. Devemos promover o casamento porque é ele foi projetado para os seres humanos encontrar plena realização emocional, físico e social onde a esposa e o marido satisfazem um ao outro.

2. Devemos lutar pelo casamento bíblico porque é nele que os seres humanos encontram apoio mútuo e ajuda mútua durante toda a trajetória da vida.

3. Devemos celebrar o casamento porque nele o homem e a mulher encontram reciprocidade, pois ambos precisam um do outro em diversas áreas da vida.

4. Devemos honrar o casamento bíblico porque nele podemos preservar não só nossa vida e nossa história, mas através dele podemos perpetuar nossa história e fazer a diferença no mundo.

APELO:

1. Respeite o casamento, pois ele é o melhor método de preservar a vida de forma equilibrada aqui neste planeta conturbado, de alta periculosidade.

2. Lute pelo casamento bíblico, levante bem alto esse relacionamento tão rico, sagrado e prazeroso.

3. Celebre com alegria cada casal que se unir em matrimônio, é o vínculo mais íntimo que deve existir entre um homem e uma mulher.

4. Creia que se o casamento for bíblico certamente será bem melhor serem dois do que um.

 

AUTOR E FONTE: Pr. Heber Toth Armí / http://portal-biblico.blogspot.com.br/search/label/SERM%C3%83O%20EXPOSITIVO

 

++++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++++

sábado, 3 de agosto de 2013

OBTENDO AS PROMESSAS DE DEUS SOBRE MINHA FAMÍLIA (GN. 12.1-9)

 

OBTENDO AS
PROMESSAS DE
DEUS SOBRE
MINHA FAMÍLIA
(GN. 12.1-9)

 

     

- Deus é o Deus não somente de promessas, mas o Deus que cumpre com as promessas direcionadas aos seus filhos.

- As promessas de Deus são muito mais abrangentes do que a expectativa humana pode perscrutar. (Ef. 3.20).

- Tendo em vista que os nossos caminhos não são os caminhos de Deus e os nossos pensamentos não são os pensamentos de Deus (Jer. 29.11), perdemos muitas vezes, a perspectiva de que Deus tem coisas maravilhosas e grandiosas para realizar na vida do seu povo eleito.

- As promessas de Deus superam todas as nossas expectativas.

- Deus tem bons planos ao nosso respeito e por incrível que pareça, muitas das nossas expectativas são na realidade o que Deus realmente deseja fazer (...para vos dar o fim que desejais. Jer. 29.11).

- Quando Deus fez a promessa à Abraão, Ele estendeu sua promessa à toda a sua descendência. Abraão sendo o patriarca da Fé, se transformou em amigo de Deus (Tg. 2.23), pois creu nessas promessas.

- As promessas de Deus sobre a nossa família, se estende sobre toda a nossa posteridade, se atentarmos ao que a Palavra do Senhor nos diz. Abraão foi próspero, todas as famílias da terra se tornaram benditas e todas as nações são inseridas na promessa.

- Toda a posteridade de Abraão foi alcançada através do pacto de Deus que se estendeu a todas as famílias que estão debaixo da promessa.

Abraão obteve a promessa e sua família foi abençoada porque:

1) Obedeceu a Deus. (Gn. 12. 1-9).

- Deus chamou Abraão e lhe deu uma ordem. Abraão não questionou essa ordem e partiu com sua esposa Sarai para um lugar que ele não sabia onde era.

- Se você quer ver sua família abençoada, obedeça a Deus e não questione sua Palavra.

2) Edificou um Altar. (Gn. 12.8).

- Abraão decidiu transformar o local onde acampou na marca da presença de Deus, e por onde ele andava assim o fazia, como reverência à presença do Senhor. Ali ele Invocou o nome do Senhor, isto é, clamou pela sua presença e direção.

- Se você quer ver seu casamento, seus filhos, sua família no altar do Senhor, você precisa erigir um altar no seu lar, isto é, dedicar sua casa, sua vida ao Senhor.

- Todos os lugares que eram dedicados ao Senhor se transformavam em Beth (casa) – El (Deus): Casa de Deus.

- Dedique seu lar ao Senhor e que sua casa se transforme em Betel – Casa de Deus, e Ele se manifestará com poder e com graça abençoando sua família e sua posteridade.

3) Andou na direção de Deus. (Gn. 12.9).

- Abraão ia se deslocando pouco a pouco e acampando em determinados locais para descansar. Ele saiu de Harã, passou por Siquém, Ai, mas não parou em nenhum desses lugares. Seu alvo era a região do Neguebe. O Neguebe era uma das regiões mais prósperas e férteis dessa região. Deus o estava guiando para um lugar melhor e Abraão aceitou o direcionamento de Deus. Sua rota seguia sempre em direção ao Neguebe. As torrentes do Neguebe (Sl. 126.4) era o que restaurava as plantações e fertilizava a terra. Havia muita abundância de água nessa região.

- você quer ser abençoado por Deus, siga na direção Dele.

- Não se contente com Harã, não pare Siquém, e não sonhe com Ai. Deus tem uma Canaã para você e sua posteridade. Deus tem algo melhor e maior para você e sua família.

- Creia, nas promessas de Deus, mas em nome de Jesus, seja íntimo de Deus (Tg. 2.23),

- Obedeça a Deus incondicionalmente,

- Edifique um altar ao Senhor na sua casa, e que sua casa se transforme em (Betel) Casa de Deus e Siga na direção de Deus, e você verá o cumprimento das promessas de Deus sobre sua vida e sobre sua família.

 

AUTOR: Reverendo Adeir Goulart da Cruz

 

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

Entra na Arca com sua Família (Gênesis 7.1-24)

 

Entra na Arca
com sua Família
(Gênesis 7.1-24)

   

- A família foi, é e sempre será um glorioso projeto de Deus.

- Mesmo com todos os ataques do adversário e as investidas desse mundo depravado e em progressiva convulsão social, a família prevalecerá.

- Desde o início, Deus planejou a família ideal que vivesse em total santidade. Mas isso não aconteceu.

- O pecado entra na vida do homem e a sentença é pronunciada: a morte (Rm. 6.23). a maldade e a corrupção do homem se ploriferou sobre a terra, e o juízo de Deus foi anunciado (Gn 6.1-7). Deus resolve “limpar” a terra, exterminando os iníquos.

- Porém ele encontra um homem fiel: Noé (Gn 6.8-9) e olha para sua família com graça e misericórdia. Essa família era provavelmente um modelo para aquela geração contaminada.

- Para salvar esta família, Deus projeta uma arca e manda que Noé construa e coloque nela sua família junta com alguns animais. Somente nesta arca haveria salvação da grande destruição.

- Deus de forma graciosa e amorosa, dá uma ordem a Noé e sua família que precisa ser obedecida ainda hoje por nós e por nossas famílias “... entra na arca, tu e toda a tua casa...” (Gn 7.1)

Nesta história extraímos três lições sobre a graça e o amor de Deus pelas famílias:

1. Deus tem um plano salvífico para a família: notem que a idéia da arca partiu de Deus, e não de Noé (Gn 6.14-16).

- O projeto da arca foi iniciativa de Deus e não de Noé. Deus tem um plano de salvação para nossas famílias e sua graciosa ordem é essa: “entra na arca com sua família”.

- Arca significa salvação,graça, cuidado, preservação.

- Sua família está a salvo?

- Sua família está dentro da arca?

- Esse barco que nos referimos hoje é Jesus. Entra na arca já!

2. A porta vai ser fechada: segundo algumas suposições, Noé levou cem anos para construir a arca (Gn 6.32; 7.36).

- O que mais importa é que durante a construção, ele anunciou o juízo de Deus, que por sua vez, não foi ouvido.

- Muitas famílias, aliás, toda aquela geração, pereceu condenada pelas águas do dilúvio (I Pe 3. 18 –22).

- Todas aquelas famílias desperdiçaram suas vidas e a chance de se salvarem. A porta foi fechada pelo próprio Deus. Não perca tempo, a porta vai se fechar. Entra na arca já!

3. Fora da arca só há morte: não havia nenhum lugar seguro na terra para se esconder.

- Todas as famílias que se negaram a entrar na arca, pereceram. Somente quem estava na arca, estava salvo. Fora da arca, fora de Jesus, só existe morte. Morte em todos os sentidos. (Jo 3.18-19).

- Infelizmente, muitas  famílias hoje estão rejeitando a oferta de salvação e se não entrarem na arca, sofrerão gradativa destruição, culminando em morte.

- Deus nos dá a opção: vida ou morte? Benção ou maldição? Jesus ou o mundo?

- Mas a ordem amorosa de Deus é essa: Entra na arca já! A destruição se aproxima. Venha para Jesus, você e sua família.

- Deus não sente prazer na morte do ímpio, mas deseja que este se arrependa (Ez 18.23).

- Deus ama sua família, tanto que enviou Jesus, seu próprio filho para salva-la. É necessário, porém que você e sua família entrem na arca. Essa arca é Jesus.

Não perca tempo, traga sua família à Jesus e salve enquanto há tempo.Deus te abençoe.

 

AUTOR: Reverendo Adeir Goulart da Cruz 

 

==================================

==================================

==================================

==================================

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

MÃES INTERCESSORAS - I Sm 9-28

 

MÃES INTERCESSORAS
 
I SM.9-28

 

- Os grandes atos libertadores de Deus na história têm sido realizadas em resposta às orações do seu povo.

- Nossos filhos devem levantar as antigas ruínas dessa civilização que tem se afastado de Deus, e não ser parte dessa ruína....

Eles devem ser instrumentos usados por Deus, não apenas pessoas bem sucedidas na vida.

1. Deus Está Procurando Mães que Encontram Tempo para Orar pelos seus Filhos.

a) A pressa é o sinal distintivo da nossa geração, vivemos sob a pressão do urgente...

b) Precisamos de Mães que falem de Deus para seus filhos, e sobre tudo de Mães que falem de seus filhos para Deus...

c) O maior investimento que uma Mãe pode fazer na vida dos filhos é orar por ele....

d) Devemos levantar-nos de madrugada para orar, porque Deus é prioridade em nossas vidas.

2. Deus Está Procurando Mães que Não Desistam de Orar pelos seus Filhos.

a) O Caminho da oração, embora glorioso, não é fácil de ser percorrido, é preciso muita perseverança....

- Ex. Mônica - orou cerca de 40 anos pela conversão de seu filho Agostinho; e ele tornou-se um grande homem de Deus...

b) A Bíblia fala de uma Mãe gentia que buscou Jesus em favor de sua filha que estava terrivelmente possessa...

c) Não desista de orar pelos seus filhos...

d) Você não gerou filhos para o cativeiro, para a morte, para povoar o inferno;

- seus filhos são herança de Deus, filhos da Promessa, filhos de Deus;
- eles povoarão o céu, são coroas de gloria nas mãos do Senhor.

3. Deus Está Procurando Mães que Ousem Consagrar seus Filhos pela Oração.

a) Temos muitos sonhos em revelação aos nossos filhos... investimos muito em nossos filhos procurando dar-lhes o melhor...

b) Estamos consagrando os nossos filhos a Deus com o mesmo entusiasmo, que investimos secularmente em suas vidas?

c) O mais importante é que nossos filhos realizem os Sonhos do Coração de Deus.

d) Precisamos de mães que ousem dedicar os seus filhos a Deus.

- Deus nos dá filhos para que os consagremos de volta a ele.

- O Senhor adiou os Sonhos de Ana porque os Sonhos Dele eram Maiores do que os seus próprios Sonhos.

- A princípio ela apenas queria ser mãe, mas Deus queria que ela fosse mãe do Maior Profeta, Maior Sacerdote e do Maior Juiz daquela geração.

- Deus curou Ana quando ela creu na sua palavra.

- Porém, antes de Ana receber o Milagre da cura, ela havia feito um Voto a Deus, de Consagrar totalmente seu filho ao Senhor e ao seu Serviço.

- Samuel tornou-se uma Grande benção nas mãos do Senhor. Samuel foi consagrado para realizar os Sonhos de Deus.

- O que você espera de seus filhos?
- Quais são os Sonhos que você tem para eles?
- Os Nossos filhos devem ser mais filhos de Deus do que nossos.
- Eles devem viver para realizar os Projetos de Deus e não os nossos.
- Eles devem ser coroas de glória nas mãos do Senhor e não troféus da nossa vaidade.

 

Postado por Pr. Israel H. Daciolo

 

###################################

###################################

###################################

###################################